http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/crescendo
Diretor: João Matias Valente Azevedo | Última Atualização: 08-07-2014
 
logótipo
Pesquisa:
Agricultura na nossa Terra
CUIDADOS COM A FLORESTA
24/06/2011, 07:28

 

Com aproximação do tempo quente, os fogos sucedem-se e passam a ser notícia quase diária e dominante dos diversos órgãos de imprensa. Dão sempre motivo para grandes reportagens, por vezes eivadas de certo impressionismo e alarmismo, sem se preocuparem com a divulgação da prevenção e dos cuidados que todos nós devemos ter com a floresta. Assim, vamos deixar aqui algumas dicas que poderão em certa medida alterar os nossos hábitos na prevenção e forma de agir perante os incêndios.

Queimadas - É proibido a realização de queimadas durante o "período crítico" de 1 de Julho a 30 de Setembro. Fora deste período, a realização das mesmas, implica uma autorização da Câmara Municipal da sua área que, após o licenciamento, determina a data para a realização dos trabalhos, efectuados sob orientação e responsabilidade de um técnico credenciado pela direcção dos recursos florestais.

Lançamento de foguetes - Não é permitido, nos espaços rurais o lançamento de foguetes ou qualquer tipo de fogo-de-artifício, excepto quando não produzem recaídas incandescentes

Utilização de fósforos e cigarros ou fogueiras - É proibido fazer fogo de qualquer espécie, incluindo fumar, no interior das matas, nas vias que as delimitam ou as atravessam.

Piqueniques - É proibido a realização de piqueniques com uso do fogo para confecção ou aquecimento de alimentos. Deverão ser utilizados os espaços próprios para o efeito, construídos pelas autarquias ou outras instituições.

Linhas eléctricas - As linhas eléctricas que atravessam zonas florestais deverão salvaguardar uma faixa de protecção, limpa de matos e arvoredo, que abranja a área da projecção vertical das linhas e mais uma faixa adjacentes de cada lado de largura superior a 10 metros.

Vias férreas - Os incêndios florestais relacionados com a passagem de comboios podem ter várias causas: projecção de faíscas devido a frenagem, projecção de materiais incandescentes pelos passageiros dos comboios (fósforos, beatas) e fagulhas provenientes dos tubos de escape das máquinas que funcionam com motores de combustão. As entidades responsáveis pelas vias ferroviárias deverão salvaguardar uma faixa de 10 metros, contando a partir da aresta exterior dos carris externos das vias limpas de material combustível.

Máquinas ou equipamentos de motor de combustível — É obrigatório que estejam equipadas com dispositivos de retenção de fagulhas ou tapa chamas nos tubos de escape próximo ou no interior das matas.

Como evitar e agir perante os incêndios

Antes:

- Tenha sempre a mão um meio para extinguir de imediato o inimigo de um incêndio.

- Plante árvores que possam contribuir para a contenção da linha de um incêndio.

- Crie uma zona de segurança, num mínimo de 50 metros, entre a sua casa e os materiais combustíveis.

- não deixe as crianças brincar com fósforos ou isqueiros.

Depois:

- Tenha cuidado quando regressar a uma área recentemente ardida, pode haver o perigo de reacendimento.

- Assegure-se de que a sua casa não está em risco de ruir. Tenha cuidado com os fios eléctricos expostos e outros perigos.

Em suma: como é do conhecimento geral, as vantagens das florestas são de importância capital para uma zona, para um País. Como tal, devíamos todos estar atentos e mobilizados, para evitarmos este grande flagelo que são os "Incêndios Florestais".

Carlos Venâncio

Publicidade
Publicidade
Eventos
Inquérito
Livro de Visitas
Não existem entradas novas.
Farmácias de Serviço
Previsão do Tempo
Ficheiros
Galeria de Imagens
Centro Social Paroquial de Santa Cruz do Bispo - Vista aérea do Centro Social Paroquial de Santa Cruz do Bispo
Centro Social Paroquial de Santa Cruz do Bispo
This website is ACAP-enabled