http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/diariodosul
Diretor: Manuel Madeira Piçarra | Última Atualização: 22-07-2014
logótipo
22/07/2014, 09:46
Geral
17/07/2014, 12:11
Geral

A ALIENDE vai promover no próximo dia 23 de Julho, no Centro Cultural de Redondo, pelas 14 horas, um Encontro Temático, subordinado ao tema Construir o Desenvolvimento Local.

 

O Encontro é composto por dois painéis, sendo o primeiro relativo ao papel das ADL, e das entidades do 3º sector em geral, na construção do desenvolvimento de nível local e o segundo relativo ao quadro relacional das ADL com os organismos de estado bem como às oportunidades e instrumentos que se perfilam para o futuro próximo.

 

O Encontro, que integra as comemorações do 20º aniversário da ALIENDE – Associação para o Desenvolvimento Local enquadra-se no acordo de cooperação ANIMAR/IEFP 2014

 

 

Informações detalhadas e inscrições podem ser efetuadas através do endereço mail@aliende.pt .

15/07/2014, 18:46
Geral

A Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL) pretende dar visibilidade à região do Alentejo enquanto território de oportunidades económicas e qualidade de vida e, nesse sentido, apresentou hoje o projecto PromoAlentejo, que tem como objectivo a afirmação e reforço da Marca “Alentejo” enquanto região de atracção de investimento e pessoas.

O encontro realizado, em Lisboa, que pretende dar a conhecer o Alentejo, a maior região Portuguesa, com vista à captação de novos investidores e apoio à instalação de novas empresas, contou com a participação de dois casos de sucesso no Alentejo, como é o caso do Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, e da Capgemini em Évora.

O projecto PromoAlentejo integra o Programa de Acção para o Aumento da Visibilidade Turística do Alentejo e destina-se a toda a população, a potenciais investidores nacionais e internacionais e a jovens empreendedores.

 

A atractividade de pessoas e investimento ao Alentejo, assim como as acções de Marketing Territorial constituem-se como actividades relevantes no âmbito da missão da ADRAL, constituindo-se como uma das suas áreas de intervenção no território, pelo que as ferramentas e instrumentos a construir serão de importância determinante na actividade desenvolvida pela ADRAL.”, sublinha Luís Cavaco, Director-geral da ADRAL.

Últimas Notícias
11/07/2014, 16:58
Geral

A Câmara Municipal de Elvas reúne o seu Executivo, no dia 15 de julho, terça-feira, às 10 horas, no salão nobre da câmara, em sessão extraordinária, fechada ao público, com uma ordem de trabalhos apenas com o ponto seguinte:

- Recuperação e adaptação do Forte da Graça para desenvolvimento de atividades culturais, caducidade de adjudicação.

02/07/2014, 09:55
Geral

A VII edição de Badasom, que decorrerá de 10 a 12 de julho de 2014, em Badajoz, volta a juntar grandes nomes do fado e do flamenco. O cantaor José Mercé e a Fadista Mariza regressam, apôs sete anos, aos palcos de Badasom.

30/06/2014, 16:01
Geral

A segunda edição de “Nove 5.ªs de Cinema no Museu” apresenta uma programação que visa promover o cinema de documentário, o debate e os encontros, num total de nove sessões, que decorrem entre 3 de julho e 28 de agosto, sempre à quinta-feira, às 22h, no claustro do Museu de Évora.

 

Segundo João Paulo Macedo, diretor do FIKE e programador da iniciativa, “O desafio que nos lançamos – programadores e espectadores – é o de correr o risco da escolha. Escolher que filme programar, escolher qual o filme que vou assistir. E este desafio termina quando nos sentamos num cinema ou num espaço improvisado a assistirmos a uma sessão.

No espaço da produção audiovisual em Portugal o filme documental predomina sobre os outros géneros embora, tal como nos filmes de ficção ou animação, nem sempre tenha o seu encontro com o público. A selecção de 9 documentários portugueses para Nove Quintas de Cinema no Museu é uma daquelas oportunidades a não perder”.

 

Esta iniciativa resulta de uma parceria entre o FIKE, CINE CLUBE da Universidade de Évora, SOIR - Joaquim António de Aguiar e Direção Regional de Cultura do Alentejo - Museu de Évora.

30/06/2014, 11:41
Geral

O DarkSky® Alqueva, primeiro destino no Mundo a obter a certificação StarlightTourismDestination, apresenta para este Verão de 2014, um pacote de actividades ao alcance de todos os que pretendam usufruir de algumas noites a observar o magnífico céu estrelado, nesta área do Alentejo, que abrange os municípios de Reguengos de Monsaraz, Portel, Moura, Mourão, Alandroal e Barrancos.

Assim é possível desfrutar de uma observação nocturna em Monsaraz com telescópio e guia do céu por apenas 10 Euros por pessoa, sendo que para todos os que estejam hospedados em alojamentos aderentes à Rota DarkSky®, o valor desce para 5 Euros. Os mais pequenos, até aos 16 anos, podem também aproveitar desta fantástica e didáctica experiência a custo zero…

Para além desta primeira opção, pode optar por uma observação com binóculos por apenas 5 Euros.Ainda, para aqueles que querem apenas o telescópio para uso privado podem assim alugá-lo por 50 Euros por noite. Para reservas contacte o Guia do Céu DarkSky® Alqueva Tiago Kalisvaart: tiago@sem-fim.com e 962 653 711.

No fim-de-semana de 22 e 23 de Agosto, realizar-se-à ainda em Monsaraz a III edição da DarkSky®Party Alqueva onde, à semelhança dos anos anteriores, haverá lugar a colóquios, palestras, e muitas outras actividades relacionadas com a observação dos astros.

Já em Setembro e em Reguengos de Monsaraz, entre os dias 18 e 20, será realizado o 14.º Simpósio Europeu para a Protecção do Céu Nocturno e que contará com palestrantes nacionais e internacionais.

Os dois eventos são co-organizados com a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz e para breve serão disponibilizadas mais informaçõesem: www.darkskyalqueva.com e www.cm-reguengos-monsaraz.pt.

 

 

Nota: Todos os pacotes só são possíveis de realizar mediante reserva prévia e de acordo com as condições atmosféricas ideais. Chuva e céu com nuvens não permitem observações. Aconselha-se sempre o uso de roupa quente e calçado confortável.

23/06/2014, 16:27
Geral

Desde sexta-feira que as Galerias de Móveis São Francisco, Ld.ª (GMSF), reforçaram a sua exposição de mobiliário e peças decorativas na Rua da República, em Évora, com a tradicional pintura alentejana.

A ideia de destacar a pintura tradicional alentejana em móveis, como nos explica Luís Silva, um dos proprietários da empresa, “é ir ao encontro do cliente que continuamente tem procurado este género de mobílias”. A loja localizada no centro histórico da cidade de Évora é hoje visitada pelos habituais clientes da casa que conta já quatro décadas, mas principalmente, por turistas portugueses e estrangeiros que “procuram aquilo que é mais tradicional na nossa região, em Évora, e acabam por se encantar e partilhar também as suas histórias quando visitam o Museu do Marceneiro”, que está no interior daquele espaço comercial.

A data escolhida para apresentar as novas mobílias alentejanas coincide com o início das Festas Populares da Cidade, Feira de São João em Évora, e não foi escolhida ao acaso, já que “por estes dias, a Évora chegam muitos visitantes, a cidade enche-se de pessoas e é habitual, nesta altura do ano, gostarmos de apresentar algo de novo à cidade”, explica Luís Silva.

Com a exposição de mobiliário e peças decorativas pintadas com as flores tradicionais da pintura alentejana, a empresa GMSF adere também à iniciativa EVA Dream cujo desafio, uma ideia de Tó Romano, expressa em livro e visível em alguns lugares de Portugal, começa por “colocar flores à janela, com o objectivo de Florir e fazer Florescer Portugal”.

“A partir do momento em que soube da iniciativa, procurei logo saber como poderíamos participar, pois penso que ela faz todo o sentido, principalmente numa altura em que gostaríamos de ver florescer os negócios para que consigamos manter postos de trabalho, ou criar outros, procurando inverter a tendência depressiva que se vive no nosso país e em particular no Alentejo, em que os jovens e menos jovens estão a ser obrigados a procurar sustento noutros locais do país ou do mundo”, explica Luís Silva. Por outro lado, “se a ideia é Florir Portugal, pensei em fazê-lo também nos produtos que idealizamos e produzimos, e repare-se, por exemplo, o aloendro, uma flor campestre, pertence à iconologia da pintura decorativa alentejana”, conclui.

“Iniciando-se um processo gradual e progressivo de Florir Portugal em Primaveras sucessivas, pretende-se desenvolver um percurso que passa, acima de tudo pelas pessoas, pela sua sensibilização para gestos simples que propaguem emoções positivas e nos quais, cada vez mais todos nós nos possamos rever”, assim se resume o sonho de Tó Romano, empresário, director da Central Models, uma das primeiras agências de modelos do país.

Do mobiliário exposto na loja das GMSF destaca-se agora a pintura de Etelvina Santos, natural de Montemor-o-Novo, onde reside. Com formação superior em Artes Visuais em Portugal e no estrangeiro, Etelvina Santos dedica-se actualmente à pintura e restauro de móveis segundo a pintura tradicional alentejana, sendo os seus móveis réplicas originais do antigo mobiliário do Alentejo. Na sua vida, como diz, “a pintura alentejana surgiu por acaso: eu trabalhava como empregada de escritório e um dia foram ter comigo e perguntaram-se se eu queria pintar miniaturas de mobílias alentejanas, pois sabiam que eu tinha jeito e gostava de pintar”.

 

Das mobílias em miniatura para as mobílias grandes, o caminho de Etelvina Santos incluiu também os brinquedos que também fabricou. Após deixar o trabalho de escritório, no seu percurso de 25 anos ligada às artes, inclui também outros trabalhos como por exemplo a pintura de painéis de azulejo ou pinturas morais. Sofio é o nome do mestre que a motivou a ligar-se à pintura tradicional alentejana, com ensinamentos que procura transmitir a gerações mais novas quando é convidada para dar formação.

18/02/2014, 11:29
Geral

Musa paradisiaca, um projeto artístico de Eduardo Guerra e Miguel Ferrão, finalistas do Prémio Novos Artistas Fundação EDP 2013, apresentam hoje dia 18 de fevereiro, no Palácio Foz, a exposição “Comissão de almas”.

17/02/2014, 17:08
Geral

 

A Câmara Municipal de Évora e a Universidade irão assinar dentro em breve um acordo de colaboração com vista à otimização de recursos no âmbito de um projeto que visa a reconstituição digital da cidade de Évora.

12/02/2014, 10:20
Geral

A Associação Cantinho dos Animais de Évora é uma associação sem fins lucrativos, sediada em Évora, fundada em 1979 e reconhecida como instituição de utilidade pública em 1988 (D.R. n.º250 de 88/ 10/ 28), que se destina à recolha, tratamento e reencaminhamento de cães e gatos abandonados para novos lares, bem como o encaminhamento de animais selvagens feridos ou alienados para instituições com competência para os tratar e que alberga cerca de 100 cães e 30 gatos, número que aumenta quase diariamente, fruto do abandono. O Cantinho dos Animais sobrevive somente com os poucos rendimentos oriundos de quotas de sócios e donativos esporádicos em dinheiro ou géneros. Não temos qualquer apoio fixo estatal ou de entidades particulares.

O principal objectivo da associação é minorar os efeitos dos maus tratos a animais domésticos, especialmente os que decorrem do abandono destes e sensibilizar as populações para a responsabilidade individual e colectiva existente na questão da aquisição/ adopção, tratamento e bem-estar dos animais abandonados. A associação presta igualmente um importante serviço à comunidade, na medida em que, controla a ocorrência de animais errantes que, estando doentes, podem contribuir, juntamente com outros factores, para a degradação das condições de saúde pública da cidade, impressionando também quem passa nas ruas, quem circula de carro ao redor da cidade, etc..

Apesar das dificuldades que temos enfrentado, a nossa associação tem-se esforçado em mudar as mentalidades e os comportamentos das populações em relação aos animais.

Assim, e sempre na procura do bem estar dos animais, solicitamos a colaboração na divulgação da nossa iniciativa de recolha de fundos através do nº Solidário criado com esse fim.

18/11/2013, 09:22
Geral

A ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, no âmbito do Projecto “Rota dos Recursos Silvestres”, integrado na Estratégia de Eficiência Colectiva Provere – Valorização dos Recursos Silvestres do Mediterrâneo, desenvolveu uma parceria com o conceituado Chef alentejano António Nobre, para a confecção de receitas inéditas onde os recursos silvestres ocupam um papel de destaque.

O mel, os figos da Índia, o poejo, a aguardente de medronho, os chocolates com recursos silvestres, entre muitos outros, são alguns dos produtos que compõem a actual Rota dos Recursos Silvestres, que conta já com três anos de história e com quinze produtores associados.

A parceria surgiu, sobretudo, para dar a conhecer a variedade de Recursos Silvestres e a multiplicidade de sabores que estes conferem aos nossos pratos. Cada vez mais é importante inovar, diferenciando-nos com qualidade e dando a conhecer a grande variedade de produtos qualificados da Região do Alentejo, bem como incentivar o empreendedorismo junto dos jovens produtores, aumentando a atratividade da base económica e do território de intervenção, nomeadamente nos Concelhos de Almodôvar, Barrancos, Beja, Mértola, Moura, Ourique, Serpa e Vidigueira.”, sublinha Luís Cavaco, Director-geral da ADRAL.

Papel Digital
Necessita de se autenticar ou efectuar um registo para visualizar este conteúdo.
Edicao DS - dia 22_07_2014
 
Outros papéis:
Farmácias de Serviço
Previsão do Tempo
Área do Subscritor

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Galeria Multimédia
Eventos
Marés
PSI-20
Notícias para Telemóvel
Transferir Clique aqui para transferir a aplicação em Java ME.
Galeria de Imagens
Rádio Telefonia - sem descrição
Rádio Telefonia
This website is ACAP-enabled