http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/paroquia_fatima
Diretor: Artur Coutinho | Última Atualização: 10-02-2017
Pesquisa:
Geral
Servir, servir e servir ...
19/12/2016, 18:58

“Eu vim para servir” é o tema da carta pastoral do nosso Bispo aos seus diocesanos no decorrer deste ano de pastoral, eu sou um deles. D. Anacleto Oliveira, cita deste modo Jesus Cristo quando ele afirmou “Eu vim para servir e não para ser servido”. Mt. 18.20
Esta palavra “Servir” no contexto da carta é um apelo veemente ao  Amor que nos traz  alegria , “Amoris et Laetitia” do Papa Francisco.
Falar hoje disto é muito complicado e não será  bem digerido por todos os que no mundo se servem dos outros e não servem os outros sem olhar a quem.
Hoje, para os que vivem cegos pelo individualismo, naturalismo em excesso, outros ismos como o corrupcionismo, esta afirmação “Eu vim para servir” quase é uma afronta,  uma provocação. É algo difícil de digerir no mundo onde impera o materialismo, seja entre batizados, ou cristãos de batismo, crentes e não crentes, seja até entre eclesiásticos, daqueles que andam à procura de foguetões, ainda que para isso tenham de amarfanhar os outros para poderem voar.
Um bispo afirmou num Conselho Paroquial de Pastoral de uma Paróquia que “o vosso pároco com a obra que desenvolveis vai arranjar muitos inimigos”.
É verdade.
Aqui me batem à porta de várias paróquias que não têm serviço social organizado, ou se o têm, não se vê. Uns dizem, eu cá não tenho pobres na minha paróquia, outros ao apontar uma Conferência Vicentina, dizem: isso é um movimento ultrapassado, fora de moda ou retrógado. Ao apontar a Caritas, dizem: A  Cáritas para que quer dinheiro? – Para mandar para Lisboa?... Enfim todas as desculpas e disparates para : “não me toques” ou “ não me incomodes”.
Não falta por aí quem se sirva para crescer na vida, para  ter e subir às alturas e quando vem  uma atoarda… Ai, meu Deus, porquê a mim?
Já se dizia no meu tempo de criança: “só se lembra de Stª Bárbara quando troveja”. Hoje já começa a esquecer-se desta forma da linguagem porque se não há Deus, também não há Santos.
É que todos estes ismos conduzem normalmente ao afastamento de Deus e até a retirá-lo da criação de todas as coisas.
O bom cientista é aquele que não tendo outra razão para apresentar, aponta para o religioso ainda que seja ateu.
Cada um, pense por si: mas não é verdade que o homem é por natureza religioso? O Homem por sua natureza e vocação sempre foi um ser religioso. (http://www.gaudiumpress.org/view/show/22237).
O Homem sempre teve uma fé, desde o paganismo até ao monoteísmo. Quem conhece a história, sabe que a causa primeira está no transcendente, no absoluto, no Senhor da Criação.
Ora esse Senhor da Criação para os Cristãos é Deus, em Jesus Cristo que fez aquela afirmação, e amou até ao fim. O servir os outros exige “amar até ao fim”, foi o exemplo do Mestre.
Servir. Servir é amar. Amar é estar com o outro, não só  ao lado, mas ser um com o outro.
Se estiver disposto a servir, sirva, ajude os outros a serem felizes. Se é cristão, lembre-se que a “riqueza da Igreja está nos pobres”, por isso o Papa Francisco os quer ver na linha da frente, assim como os “desvalidos, vulneráveis, solitários, oprimidos.”
“Pobreza e Misericórdia” é o apelo do Papa  ao clero em geral e aos religiosos e por que não aos leigos também? A Igreja só é rica quando “é humilde, pobre, misericordiosa e confiante.”
Que se afaste de nós a tentação da ostentação e do elitismo (pensar que somos os únicos eleitos pelo facto de participar na eucaristia, que somos, os bons e os outros que não jogam connosco,nem lhes damos oportunidades), e comece já neste Natal. Sigamos o conselho do Papa Francisco, sóbrios nos gastos, naturalmente, não para acumular, mas para ter bastante para partilhar.
O cristão que não se sente interpelado pela pobreza não serve, nem presta..
Sejamos ricos no  Amor e não nos bens materiais que são efémeros..
Padre Coutinho

Comentários
Não existem comentários.
Publicidade

Previsão do Tempo
Livro de Visitas
08/02/2013, 11:33
Grande colega, muito bom instrutor de gerações de bombeiro, parabéns muito bem merecido este destaque da Paróquia a homens que tudo dão e nada recebem em troca. um seu pupilo.
Jose Salgado
Eventos
Farmácias de Serviço
Ficheiros
This website is ACAP-enabled