http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Almanaque
Almanaque: 11 de novembro
11/11/2015, 01:36

Hoje é quarta-feira, 11 de novembro, tricentésimo décimo quinto dia do ano, Dia do Armistício (Grande Guerra 1914-18) e Dia de S. Martinho.

Faltam 50 dias para o final de 2015.

Hoje é dia de São Martinho.

Nos céus, é Lua Nova, 17:47.

O Sol nasce às 07:14 e o ocaso regista-se às 17:27.

No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 02:43 e 14:59, a baixa-mar, às 08:32 e 20:48.

Os nascidos nesta data pertencem ao signo Escorpião, destacando-se o Sancho I de Portugal (1154), o escritor russo Fedor Dostoievski (1821), o ator norte-americano Pat O'Brien (1899) e o músico Mose Allison (1927). Nesta data, em 1861, morria o D. Pedro V. Em 1889, Washington, na costa noroeste dos EUA, era admitido na União. Em 1909, era fundado o Aeroclube de Portugal. Em 1918, aliados e alemães assinavam o Armistício da Grande Guerra 1914-18. Em 1935, morria o escritor português António Maria Lisboa. Em 1972, o Conselho de Segurança da ONU aprovava, por unanimidade, a resolução que exigia a Portugal o início de conversações para o fim das guerras em África. Em 1973, a recém-formada República da Guiné-Bissau era admitida na FAO, organização alimentar mundial da ONU.

Em 1975, Agostinho Neto proclamava a independência de Angola. Em 1982, era anunciada a morte do dirigente soviético Leonid Brejnev e o vaivém espacial norte-americano Columbia começava a primeira missão espacial comercial. Em 1983, iniciava-se, em Lisboa, a Cimeira Ibérica. Em 1988, o poeta António Ramos Rosa recebia o Prémio Pessoa. Em 1989, terminava na Namíbia o processo eleitoral de constituição da Assembleia de 72 deputados, incumbida de declarar a independência do território. Terminou assim a disputa internacional que há mais de 40 anos opunha a África do Sul à ONU.

Em 1993, morria o cançonetista popular português Dino Meira, 53 anos. Em 1997, a UNESCO interditava a clonagem humana. Em 2000, morriam 155 pessoas no incêndio de um funicular nos Alpes austríacos.

Em 2003, a Comissão Europeia advertia Portugal, pela segunda vez, pela falta de transposição de duas diretivas de controlo e vigilância dos transportes marítimos, consideradas essenciais depois do acidente do petroleiro Prestige, no ano anterior.

Em 2004, morria o presidente da Autoridade Palestiniana Yasser Arafat. E a Lituânia ratificava o Tratado Constitucional europeu.

Em 2005, morria Peter F. Drucker, 95 anos, economista norte-americano de origem austríaca, referência dos modernos modelos de gestão.

Em 2006, a polícia argentina detinha o antigo coronel Alejandro Agustín Arias Duval, por 101 crimes de privação de liberdade e tortura, cometidos durante a ditadura militar (1976-1983). Lagartagis, o primeiro borboletário da Europa, abria ao público no Jardim Botânico, em Lisboa, para preservar espécies ameaçadas. O artista plástico José Maia vencia a primeira Bienal de Arte Contemporânea de Aveiro, com o quadro "Ilha", enquanto o Japão lançava o novo modelo das PlayStation (PS3), que esgotava ao fim de poucas horas. Morria Joe Jagger, 93 anos, professor britânico, pai de Mick Jagger, líder dos Rolling Stones.

Em 2007, o diretor-geral de Saúde, Francisco George, anunciava que o Serviço Nacional de Saúde ia passar a comparticipar a 100% as cirurgias para colocação de banda gástrica. O português Pedro Lamy, em equipa com o francês Stéphane Sarrazin, assegurava o título no campeonato de resistência Le Mans Series, ao concluir em segundo lugar as 1.000 Milhas do Brasil, em Interlagos.

Em 2008, o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, anunciava a promulgação do diploma que nacionalizava o Banco Português de Negócios, argumentando que teve em conta a "proteção dos depositantes e a estabilidade do sistema financeiro". Uma equipa de arqueólogos egípcios resgatava das areias de Saqara, ao sul do Cairo, os restos da pirâmide da rainha Sesheshet, que fez parte do Império faraónico há 4300 anos.

Em 2009, a banda portuguesa Buraka Som Sistema era distinguida com o galardão "European Border Breakers Awards" (EBBA) de 2010, destinado a premiar músicos em início de carreira com sucesso além-fronteiras, segundo a Comissão Europeia.

Em 2011, o Citigroup vendia a editora discográfica EMI à Universal Music, que pertencia à francesa Vivendi, e à Sony, por quase três mil milhões de euros. Morria Francisco Blake Mora, ministro do Interior mexicano e segunda figura do Estado, aos 45 anos, num acidente de helicóptero.

Em 2012, morria Marcos Paulo, ator e realizador de televisão brasileiro, aos 61 anos, na sua casa, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, em resultado de uma embolia pulmonar. Zeca do Rock, músico pioneiro do rock português e o primeiro em Portugal a gravar um "yeah" numa música, morria aos 69 anos, no Brasil, onde vivia há cerca de 30 anos. Morria Arnaldo Rebelo, ex-deputado socialista, advogado, aos 58 anos, em Alcobaça.

Em 2013, morria Rui Valentim de Carvalho, empresário e editor discográfico, aos 82 anos, em Lisboa. William S. Fyfe, uma das figuras mais notáveis das geociências do seu tempo, morria, aos 86 anos, em London, Ontário, Canadá, vítima de uma série de acidentes vasculares cerebrais, que acabaram por lhe impedir a respiração.

Em 2014, Henry Jackson, 'rapper' norte-americano conhecido como Big Bank Hank, do grupo Sugarhill Gang, morria aos 57 anos, em New Jersey, Estados Unidos, em consequência de um cancro.


Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled