http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Castelo de Paiva
Castelo de Paiva, Gondomar e Feira reclamam conclusão de variante à EN222
22/01/2015, 20:01


As câmaras de Castelo de Paiva, Santa Maria da Feira e Gondomar estão a preparar um documento técnico para convencer a tutela a concluir a variante à EN222, ligando-a à A32.

De acordo com o município de Castelo de Paiva, o dossiê está a ser trabalhado por técnicos das três autarquias para ser disponibilizado à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, a 03 de fevereiro.

Para esse dia, está agendada uma reunião, perspetivando-se que, com base nos argumentos dos presidentes dos três municípios, aquele investimento rodoviário possa ser encaixado no quadro comunitário em vigor até 2020.

Nas reuniões técnicas que estão a ser realizadas tem sido possível recolher elementos para definir o traçado em falta e apresentar estimativas de preços por quilómetro e obras de arte.

Do trabalho conjunto, assinala a fonte, espera-se ser possível convencer a Estradas de Portugal a excetuar o projeto do troço reclamado pelas três autarquias.

A próxima reunião do grupo de trabalho está marcada para o dia 28, em Castelo de Paiva.

Aquele autarquia do Vale do Sousa e do norte do distrito de Aveiro reclama, há décadas, a conclusão daquela variante, cujo traçado atual termina no limite do concelho, a cerca que oito quilómetros do acesso à A32, em Canedo, no concelho de Santa Maria da Feira.

Sem a conclusão da infraestrutura, adiada por sucessivos governos, o desenvolvimento económico de Castelo de Paiva fica muito comprometido, devido às deficientes acessibilidades ao concelho, com o têm defendido os vários presidentes de câmara.

O atual edil Gonçalo Rocha reclama que a conclusão da variante deve ser assumida como prioritária, no âmbito do "Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas 2014 -2020".

Para o autarca socialista, tem faltado vontade política aos mais recentes governos para "desencravar o concelho".

"Sem bons acessos é muito difícil garantir investimentos que permitam o desenvolvimento económico", reclama.



Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled