http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Opinião
Saiba Vª Exª Sr. Dr. Passos Coelho
13/12/2012, 15:15

 

Escreve Celso Neto | Opinião | Os artigos publicados nesta secção são de exclusiva responsabilidade dos seus subscritores e não vinculam a opinião do TVS.


Saiba Vª Exª Sr. Dr. Passos Coelho, bem instruído, mas civicamente mal preparado e educado, que sou um reformado que planeei a minha vida em função de um contrato social que celebrei com o Estado Português, de quem, com base em descaradas mentiras se tornou chefe.
Não me resta tempo nem saúde para emigrar, como têm que fazer os nossos jovens (tenho um filho a trabalhar na Arábia Saudita) e cada vez que o seu cérebro Gaspar defeca em cima de quem trabalhou e fez os descontos correspondentes para ter uma velhice digna, sinto indignação e nojo que, se matassem, já o tinham levado a prestar contas ao Divino Pai. Obviamente, não lhe desejo uma morte prematura, mas quando ela acontecer, espero que arda eternamente nas profundezas do inferno.
Não me apercebi que o dinheiro, que sucessivamente me tem sido roubado, tenha ido parar às mãos dos mais necessitados. Esses, estão cada vez pior, e, assim, presumo que ele tem ido parar aos bolsos de quem, ricamente, vive! (como o senhor, seus pares e outros escolhidos!)
Excluindo as rendas vitalícias, as reformas políticas e outras conseguidas num "ápice de tempo", o vil procedimento de cortar no rendimento dos reformados "normais" é o roubo de um direito que transforma o Estado Português numa Instituição irresponsável, sem palavra!
Sinto-me lesado no meu dinheiro e na minha dignidade de cidadão cumpridor das minhas obrigações cívicas. Investi no sonho e no cumprimento dos meus deveres, convencido que tinha os meus direitos salvaguardados. Nada disso está a acontecer! Cada ano que passa, o seu governo de tecnocratas, cívica e politicamente analfabetos, rasga cláusulas do contrato estabelecido!
Mande os seus ministros dos impostos e do desemprego para o lugar onde estavam (tão bem) e desapareça para sempre! (acompanhado dos outros todos).


Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled