http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Penafiel
Projeto pioneiro cria cadeiras e mesas ergonómicas para escolas de Penafiel
20/11/2015, 00:40

Quatro centros escolares de Penafiel foram equipados com mobiliário ergonómico que se adapta à estatura e idade de cada aluno, no âmbito de um projeto que a equipa de investigação disse ser "pioneiro" em Portugal.

Emília Alves, coordenadora do projeto na Escola de Penafiel, explicou que as cadeiras se ajustam, em termos de ergonomia, simultaneamente em três parâmetros, nomeadamente altura do assento e encosto. E, mais inovador, assinalou, a profundidade do assento.

A mesa também permite ser ajustada em altura e inclinação, o que é igualmente inovador para melhorar a postura corporal dos alunos do primeiro ciclo que apresentam estaturas muito variadas.

O mobiliário foi desenvolvido de raiz por uma empresa da especialidade com sede em Gondomar, a pedido e de acordo com as indicações da equipa de investigação que liderou o projeto ligada ao Agrupamento Joaquim Araújo, de Penafiel.

A conceção do modelo da cadeira, sobretudo na funcionalidade que regula a profundidade do encosto, por ser "absolutamente inovadora", contou com o apoio da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

A ideia de partir para o desenvolvimento de mobiliário ergonómico com aquelas características decorreu dos resultados de um estudo realizado no concelho de Penafiel, entre 2007 e 2011, à postura corporal dos alunos dos 10 aos 15 anos de idade.

O trabalho, que contou com o apoio da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, concluiu que 75% dos alunos apresentavam desalinhamentos corporais e 35% num nível bastante acentuado. Nesses casos, foi aconselhada avaliação clínica no Hospital Padre Américo, que colaborou no projeto.

Emília Alves atribuiu os resultados ao facto de as duas medidas de cadeiras escolares preconizadas atualmente pelo Ministério da Educação não se adequarem à média da estatura dos alunos de Penafiel e, admitiu, provavelmente do resto do país.

O novo mobiliário, explicou a investigadora, adapta-se à estatura de cada aluno, do primeiro ao quarto anos de escolaridade.

A equipa de investigação, que também incluiu o docente Nuno Carneiro, continua a acompanhar o projeto, com formação de professores no ajustamento das cadeiras a cada criança, para além de sensibilizações aos alunos e pais sobre hábitos de postura corporal. Dentro de quatro anos, avançou a docente, será feito um estudo junto dos alunos que terminarem o ciclo escolar, para avaliar o impacto da introdução do novo mobiliário.

A docente elogiou a recetividade da Câmara de Penafiel para apoiar o projeto e por ter acreditado que este mobiliário pode ser melhor para a saúde, concentração e educação das crianças.

O presidente da autarquia, Antonino Sousa, explicou hoje que nesta fase foram beneficiados 350 alunos dos centros escolares de Boelhe, Irivo, Duas Igrejas e Termas de S. Vicente, num total de 16 salas de aulas.

À Lusa, o autarca regozijou-se por ter sido possível em Penafiel desenvolver um "projeto pioneiro no país", enquanto destacava as vantagens de as crianças poderem agora ter uma melhor postura corporal, com benefícios na saúde e aprendizagem.


Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled