http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Paredes
Casa para desalojados do tornado de Paredes abriga vítimas de violência doméstica
22/12/2014, 01:24


Uma das quatro habitações pré-fabricadas que a PT disponibilizou às vítimas do tornado de janeiro, em Paredes, vai funcionar como abrigo para vítimas de violência doméstica, disse fonte da autarquia local.
Segundo a vereadora Hermínia Moreira, a casa poderá servir de alojamento temporário, constituindo uma nova resposta do município, ou também para responder a necessidades decorrentes de urgências ou catástrofes.
As quatro casas, todas situadas na freguesia de Vilela, do tipo T2, foram hoje formalmente doadas pela Fundação PT ao município de Paredes. As habitações estão dotadas de todas as infraestruturas de água, saneamento e eletricidade, entre outras.
À Lusa, Hermínia Moreira explicou que das quatro residências pré-fabricadas hoje atribuídas em cerimónia pública, apenas um exemplar acabou por ser ocupado por uma família vítima do tornado.
Os dois fogos restantes passaram alojar famílias que estavam inscritas para receberem uma habitação social.
"As outras famílias vítimas do tornado preferiram outras soluções", comentou a vereadora.
O tornado do dia 04 de janeiro provocou danos em 120 casas, várias empresas e dezenas de viaturas, num prejuízo estimado pela edilidade de 5,5 milhões de euros.
Questionada pela Lusa sobre o estado em que se encontra a igreja da localidade de Duas Igrejas, um dos edifícios mais afetados pelo tornado, a vereadora adiantou que as obras estão praticamente terminadas, tendo-se realizado recentemente a primeira eucaristia.

Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled