http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Internacional
Alemanha vai precisar de meio milhão de imigrantes por ano
04/04/2015, 17:09




A economia alemã vai precisar de mais de meio milhão de imigrantes por ano para satisfazer as necessidades de mão-de-obra , de acordo com um estudo do Instituto do Mercado laboral pedido pela Fundação Bertelsmann.
Os números da imigração devem atingir anualmente as 533 mil pessoas para que sejam colmatadas as necessidades provocadas pela reforma dos trabalhadores alemães nascidos nas décadas de 1950 e 1960.
Em 2014, a Alemanha aproximou-se do número pretendido, pois recebeu 470 mil pessoas, mas nos últimos 60 anos a média anual de imigrantes não ultrapassou os 200 mil anuais.
O estudo alemão calcula que, sem imigração, o número de pessoas com idade para trabalhar registe até 2050 uma baixa de 36 por cento, o que significa um decréscimo de 29 milhões de pessoas dos 45 milhões que se encontram no ativo atualmente.
As falhas de mão-de-obra, segundo a mesma investigação, não se podem resolver apenas com o aumento do número de mulheres no mercado de trabalho, nem sequer com o aumento da idade da reforma.
O estudo sublinha que mesmo que o número de mulheres venha a ser igual ao dos homens no mercado de trabalho e que a idade de reforma venha a ser dilatada para os 70 anos, o aumento só atingiria os 4,4 milhões de pessoas com idade para trabalhar em 2050.
A redução da população em toda a Europa e a recuperação económica em países afetados pela crise fazem com que venha a diminuir a probabilidade de novos imigrantes oriundos de outros países europeus interessados no mercado de trabalho alemão.



Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled