http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Baixo Tâmega
Marco de Canaveses: Jovem que morreu em rebentamento de balona estava credenciado
06/04/2015, 16:22

O jovem que hoje foi atingido mortalmente por uma balona em Constance, Marco de Canaveses, pertencia a uma família de fogueteiros e estava "devidamente credenciado" para aquela atividade, informou fonte dos bombeiros.

O 2.º comandante dos Bombeiros de Marco de Canaveses, Rui Vasconcelos, disse que o jovem seria mesmo um dos principais "especialistas" da empresa no lançamento daquele tipo de fogo.

"É uma empresa da família, com largos anos de atividade e atualmente gerida pelo pai da vítima", acrescentou Rui Vasconcelos.

O jovem, de 21 anos, foi atingido "em cheio" na cabeça pelo rebentamento de uma balona.

Segundo Rui Vasconcelos, o rebentamento causou ainda ferimentos a um outro jovem, que foi transportado ao hospital mas que se encontra "estável e livre de perigo". Sofreu várias escoriações e ferimentos no couro cabeludo, mas a situação "não é considerada grave".
O hospital acrescentou que o ferido não sofreu queimaduras e está a ser submetido a vários exames e análises de rotina.


Tanto a vítima mortal como o ferido são da freguesia de Sobretâmega, em Marco de Canaveses.

Os bombeiros foram alertados cerca das 10:00.

O fogo estava a ser lançado para assinalar a visita pascal a uma casa no lugar de Ladário, em Constance.

O lançamento tinha sido encomendado pelos donos da casa a uma fábrica de pirotecnia do concelho.

"Alguma coisa não correu bem com uma balona, o jovem terá ido ver o que se passava e foi atingido em cheio na cabeça pelo rebentamento, tendo morte imediata", acrescentou Rui Vasconcelos.

O cadáver já foi removido para o Instituto de Medicina Legal no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, para autópsia.

Uma equipa de minas e armadilhas da GNR foi mobilizada no local, para investigar as causas do acidente.




Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled