http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Baixo Tâmega
Jovens de Amarante podem apresentar propostas para o orçamento de 2016
23/07/2015, 16:44

O projeto "Orçamento Participativo Jovem", que a Câmara de Amarante está a implementar pela primeira vez, permite aos mais novos apresentar propostas que poderão ser executadas em 2016 com o apoio financeiro do município.

"Vamos convidar todos os jovens residentes, trabalhadores ou estudante em Amarante para que comecem a ter uma atenção especial com o orçamento do Município", explicou hoje o presidente José Luís Gaspar.

Em declarações à Lusa, o autarca sublinhou que se trata do "ano zero" da iniciativa, funcionando como uma "experiência", mas que se pretende repetir nos anos seguintes, até com mais força.

Podem concorrer jovens com idades entre os 14 e os 30 anos.

O projeto vencedor será contemplado com uma verba até 15.000 euros, a incluir no Orçamento Municipal do próximo ano.

Gaspar admitiu que a dotação até poderá ser reforçada nas edições seguintes, se os projetos o justificarem.

Para esta primeira edição, as candidaturas podem ser apresentadas até 31 de agosto.

A seleção prévia estará a cargo de uma comissão de avaliação que integrará técnicos superiores do município e quatro elementos designados pelo Conselho Municipal de Juventude.

As melhores serão depois submetidas uma votação pública para a escolha da proposta vencedora.

O presidente da câmara disse acreditar na "elevada participação dos jovens amarantinos", insistindo que o principal objetivo do Orçamento Jovem Participativo é "promover uma maior aproximação dos mais novos às políticas do Município".

"Queremos incentivar uma maior intervenção da camada mais jovem, na participação, com uma cidadania mais ativa", comentou.

Os promotores da proposta vencedora, em articulação com os serviços camarários, farão o acompanhamento e a monitorização da atividade, promovendo o seu maior envolvimento na vida autárquica.

"Queremos que os jovens comecem a perceber a importância que podem ter as suas decisões na governação local", frisou o autarca, apontando ainda a vantagem de se poder, desta maneira, "adequar as políticas públicas municipais às necessidades e expectativas dos jovens".


Partilhar:
Comentários
Não existem comentários.
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled