http://www.imprensaregional.com.pthttp://www.imprensaregional.com.pt/tvs
Diretor: Sérgio Silva | Última Atualização: 23-11-2017
logótipo
Publicidade
Edição:
Pesquisa:
Newsletter:
Área do Subscritor:
| Minho

As ruas, associações e casas do centro histórico de Guimarães voltam a abrir-se à arte, de 05 a 07 de outubro, com o Guimarães Noc Noc, evento integrado na Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012. O Guimarães Noc Noc é uma "mostra alternativa" de arte em espaços não institucionais, que proporciona o contacto direto com a arte, o artista e o processo criativo, organizado pela associação Ó da Casa.

24/09/2012, 14:23

A Câmara Municipal de Vizela apresentou hoje o novo Plano Diretor Municipal (PDM) do concelho, um documento de "extrema importância" que permite obter "independência urbanística" em relação aos concelhos de Guimarães, Lousada e Felgueiras. O concelho de Vizela é um dos "mais jovens concelhos de Portugal", instituído em 1998, por desmembramento de freguesias de Guimarães, Lousada e Felgueiras, engloba uma área de 24 quilómetros quadrados, sete freguesias e cerca de 24 mil habitantes.

21/09/2012, 13:18

A PSP anunciou a detenção, em Guimarães, de um jovem de 17 anos que conduzia um motociclo sem habilitação legal e que atropelou um agente daquela polícia quando este o mandou parar.

20/09/2012, 16:16

Sexta, sábado e domingo, a Feira Afonsina levou o centro histórico de Guimarães de volta ao século XII, recriando memórias da História do país fundado por D. Afonso Henriques em 1143, entre aromas medievais misturados com mercadores e meretrizes.

Clique aqui para ver as fotos

17/09/2012, 00:13

Um homem armado assaltou na quarta-feira à noite uma farmácia em Ronfe, concelho de Guimarães, e fugiu numa mota com 2.400 euros em dinheiro, informou hoje o Comando-Geral da GNR. O assalto ocorreu pelas 21:00, sem causar vítimas, desconhecendo ainda a Guarda Nacional Republicana o paradeiro do suspeito, que terá consumado o roubo sob ameaça de arma branca.

06/09/2012, 15:23

O Tribunal da Relação do Porto anulou parcialmente a decisão do Tribunal de Famalicão sobre o “caso das orgias”, remetendo o processo à primeira instância, para uma “melhor fundamentação” da pena. No Tribunal de Famalicão, o arguido foi condenado a seis anos e nove meses de prisão, por obrigar a mulher a participar em orgias sexuais, sob ameaça de armas brancas e de fogo.

06/09/2012, 15:09
<< | < | 9 | 10 | 11 | 12
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Ficheiros
This website is ACAP-enabled